SORRINDO PRA VIDA - 17/02/2017

Combatentes da pobreza material e espiritual

O mundo sofre de uma pobreza material e espiritual muito grande. Como filhos de Deus, somos convocados a combatê-la

Diácono Nelsinho Corrêa, na manhã desta sexta-feira, dia 17 de fevereiro de 2017, no programa ‘Sorrindo pra Vida’, fala sobre a pobreza material e espiritual e a convocação que o Papa Francisco nos faz a combatê-la.

A Palavra meditada está em Isaías 61:
O espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu. Enviou-me para levar a boa-nova aos pobres, para curar os de coração aflito anunciar aos cativos a libertação, aos prisioneiros o alvará de soltura; para anunciar o ano do agrado do Senhor, o dia de nosso Deus fazer justiça, para consolar os que estão tristes, para levar aos entristecidos de Sião um adorno em vez de cinzas, perfume de festa em vez de luto, ação de graças em vez de espírito abatido.”

Combatentes da pobreza material e espiritual

Foto: Arquivo/cancaonova.com

A Palavra de Deus nos diz que o Espírito do Senhor está sobre nós e Sua graça é para todos, sem exceção.

Como pessoas cheias do Espírito Santo, somos convidados a combater a pobreza material e espiritual. Quantos ao nosso redor estão precisando de assistência material, mas nós não estendemos nossas mãos para ajudar!

Que fé é essa que vivemos?

Olhe para a sua vida e veja as coisas materiais das quais você consegue desapegar. Para exercer a caridade não existe classe ou essa coisa de “vou ajudar o pobre” e “vou ajudar o rico”.

Não fique apenas no discurso, mas semeie a Boa Nova do Senhor. Há pessoas que tem dinheiro, mas estão sofrendo espiritualmente. Abramos o coração (e a cabeça) para irmos ao encontro daqueles que sofrem. Somos moradas do Espírito Santo, ungidos por Deus, precisamos deixar o Espírito usar de nós.

:: Veja outros programas ‘Sorrindo pra Vida’ com o diácono Nelsinho Corrêa:

:: O Espírito Santo nos capacita para a missão
:: Creia, espere e tenha fé
:: Liberte-se de toda inimizade e ressentimento
:: Deus não é indiferente às nossas dores e sofrimentos

Às vezes, uma palavra cheia de Deus, que chega ao coração daquele que dela necessita, torna-se conforto para a pessoa. Combatamos a pobreza! Não fiquemos nas palavras, mas tenhamos atitudes.

No combate, na luta, a primeira coisa a ser vencida é o nosso comodismo. Partilhemos coisas materiais (roupas, remédios, comida) e também partilhemos oração. O Papa nos fala para irmos às periferias; e ele vai além ao nos pedir para irmos às periferias existenciais.

Diácono Nelsinho Corrêa
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: Ariele Silva

contas

↑ topo