Sorrindo pra Vida - 25/08/2010

Precisamos nos ver pelos olhos de Deus

Mensagem de Márcio Mendes no programa “Sorrindo pra Vida” da TV Canção Nova, nesta quarta-feira, dia 25 de agosto de 2010.

Ao ir para a página do Podcast Sorrindo pra Vida , você encontrará, abaixo de cada um deles, uma seta; ao clicar nela você conseguirá baixar o arquivo em MP3.

Eu quero convidar você para abrir a Palavra de Deus em:
Gálatas 6,1-10.

Paula Guimarães e Márcio Mendes
Foto: Wesley Almeida

“Irmãos, se alguém for surpreendido numa falta, vós, que sois animados pelo Espírito, admoestai-o em espírito de mansidão”, porque nós faltamos, muitas vezes, com aqueles que precisam de nós, com aqueles que nos amam, com aqueles que estiveram presentes na nossa vida e, no momento em que eles mais precisam de nós, não fazemos nada por eles.

Faltamos com nós mesmos quando não fazemos o mínimo necessário para nossa vida ir bem, quando não cuidamos da saúde, quando não fazemos coisas que nos refazem e que nos alimentam espiritualmente, quando não nos damos descanso, acumulando coisas sobre coisas e não deixamos o mínimo de tempo necessário para descansarmos. Isso é faltar com nós mesmos.

Faltamos com Deus quando pecamos. Nós somos pessoas falhas. E quando a Palavra de Deus diz: “Irmãos, se alguém for surpreendido numa falta, vós, que sois animados pelo Espírito, admoestai-o em espírito de mansidão”, está falando de todos nós, porque cedo ou tarde, erramos. E se flagrarmos alguém no erro, poderíamos usar isso contra a pessoa, mas não é isso o que a Palavra de Deus nos manda fazer.

Irmãos, no caso de surpreender alguém em falta, você que é espiritual, uma pessoa de oração e teve um encontro pessoal com Jesus, você precisa ser diferente. No entanto, você não deve fazer vista grossa se o outro estiver no erro; você precisa ajudar essa pessoa para que um outro erro não a leve à desgraça, pois esses erros têm consequências não só na vida dela, mas também na vida de outros. E a Palavra nos ensina como fazê-lo: “Corrigir em espírito de mansidão”.

Mas veja também o que diz a Palavra: “Não descuide de ti mesmo, para não seres surpreendido tu mesmo pela tentação”. A tentação também nos tenta na nossa carne, investindo contra a nossa saúde, nosso bem-estar; ela vem sorrateiramente, a finalidade dela é nos surpreender. E diz em seguida: “Carregai o fardo […]”. Pois a pessoa que não se cuida, não é capaz de ter saúde espiritual e emocional, dessa forma, ela não tem condições de carregar o fardo dos outros. Se você não dá conta nem da sua vida como é que você vai cuidar da vida do outro!?

E existem pessoas que dão [conta da vida do outro], não é? Há pessoas que não dão conta da própria vida, mas vivem cuidando da vida alheia, cuidando daquilo que não lhes compete, quando, na verdade, precisavam cuidar de si mesmas, corrigir em si aquilo que elas tanto criticam nos outros. A Palavra de Deus abre os nossos olhos para entendermos uma coisa: Se você quer ajudar alguém, você precisa ajudar a si mesmo.

Não podemos nos descuidar de nós mesmos. Precisamos nos tratar, porque tem muita gente precisando da nossa ajuda, é verdade, mas para carregar o fardo do outro, precisamos aprender a nos valorizar e a nos cuidar. Porque quem não se valoriza não tem força interior; a pessoa que se deprecia, se considera indigna e se acha incompetente para tudo na vida, é alguém muito frágil.

Há um remédio para isso, e a primeira coisa a fazer é abrir os olhos: Nós precisamos cuidar de nós, zelar por nós nós mesmos, se não nos damos valor não teremos força para tocar a nossa vida adiante nem para ajudar as pessoas necessitadas de nossa ajuda. As nossas ações são boas quando amamos a nós mesmos com o amor de Deus.

Quando nos olhamos com amor e deixamos o Espírito Santo nos mostrar a visão que Deus tem de nós, isso traz cura para todas nossas doenças emocionais. Contudo, se a pessoa não consegue essa graça [se ver pelos olhos de Deus], ela vai adoecendo aos poucos, porque os olhos do Senhor iluminam a nossa alma. Assim como a terra sem a luz do sol é doente, fria, sem vida e vazia, a alma que não se coloca sob os olhos de Deus e não é iluminada por Ele, vai adoecendo. Para receber essa luz é preciso colocar-se diante dela. Esta luz ilumina para aquecer o nosso coração e para que possamos nos examinar a nós mesmos. Ao conhecermos a nós mesmos passamos a nos amar mais.

Márcio Mendes
Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: Célia Grego

.: Canção Nova lança Bíblia on-line para dispositivo móvel

Confira outros programas Sorrindo pra Vida

Eto evangeliza através do twitter.com/etoCN

.: Saiba mais sobre o missionário Márcio Mendes

.: Blog do Márcio Mendes

.: Conheça o conteúdo da Canção Nova pelo Iphone

.: Adquira a coleção “Dons do Espírito” escrita por Márcio Mendes

.: Saiba mais sobre o DVD do Sorrindo pra Vida com o Eto

.:Revista Canção Nova de julho de 2010