SORRINDO PRA VIDA - 12/11/2014

Entreguemos nossa vida aos cuidados de Deus

Mensagem do missionário Márcio Mendes, no programa “Sorrindo pra Vida”, da TV Canção Nova, desta quarta-feira, dia 12 de novembro de 2014.

A Palavra meditada hoje está em Atos dos Apóstolos 27,18-26.44:

“Deus garantiu que salvaria a todos do barco, mas era preciso que fizessem a parte deles para que o milagre acontecesse”, afirma Márcio.

Nas Sagradas Escrituras, vemos grandes exemplos de homens e mulheres de fé, modelos para nós quando a tribulação sobrevém nossa vida. Nesta passagem, São Paulo nos ensina que, mesmo sendo homens de Deus, passaremos por tempestades.

Antes de aqueles homens saírem em viagem, o Senhor os advertiu do que poderia acontecer caso entrassem em alto mar, porém eles não O escutaram. Já em viagem, a tempestade os atingiu, assim como o desespero. Paulo, porém, homem de fé e inspirado por Deus, confiou nas palavras do anjo enviado por Deus e comunicou a todos naquele barco que seriam salvos.

Vivemos um constante combate em nossa vida, e pelo poder do Espírito Santo nos revestimos de armas espirituais para lutarmos. Optar por entregar nossa vida a Deus e viver como filhos da luz é travar uma luta diária contra as forças do mal. A viagem que Paulo fez com seus companheiros e todas as outras pessoas que estavam no barco – prisioneiros, soldados e toda a tripulação – foi dura e longa, de grandes provações.

Para sobreviver, aqueles homens precisaram agarrar-se aos pedaços do barco e nadar até a ilha. Deus garantiu que salvaria a todos do barco, mas era preciso que fizessem a parte deles para que o milagre acontecesse. A vida de quem segue o Senhor tem muitas tempestades, mas a vitória é garantida.

No capítulo 28 e seguinte, Paulo e a tripulação já haviam chegado à ilha. O apóstolo saiu para procurar gravetos e fazer uma fogueira para aquecê-los. Quando remexeu nos gravetos, foi picado por uma cobra, e os nativos daquela ilha acreditaram que Paulo era amaldiçoado. Porém, o veneno da cobra não fez mal algum para ele. Quantas vezes somos como esses nativos que, olhando de fora, vemos homens e mulheres de Deus passando por tribulações e nosso olhar limitado pensa que estão sendo castigados.

As provações que Paulo sofreu o transformaram em um homem forte. Todos nós temos um espinho na carne, que somado à incompreensão e à perseguição, nos abate. Deus pode tirar esses espinhos de nós, porém Ele permite que esse mal aconteça para nos fortalecer. Quando ouvimos o Senhor, Ele nos poupa de riscos desnecessários.

Se não matarmos o que não presta dentro de nós, o que é bom não se manifestará em nosso coração. De todos os lados somos cercados, porém esses males não podem nos esmagar, porque o Senhor não permite sofrimento maior do que podemos suportar. Devemos avançar, mesmo que seja com um passo por vez. Se o mal nos derrubar e nos abater, Deus nos levantará, pois é na dificuldade que o caráter e a fé serão formados.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: Ariele Silva