SORRINDO PRA VIDA - 11/04/2017

Cuidado com nossas palavras!

Nossas palavras podem ser motivo de união ou discórdia. Será que falamos com prudência?

Márcio Mendes, na manhã desta terça-feira, dia 11 de abril de 2017, no programa ‘Sorrindo pra Vida’, medita sobre aquilo que contamina nossa alma e coração, pois ao contrário do que pensamos, o que nos mancha não é o que ingerimos, mas sim aquilo que sai de nossos lábios. Confira sua mensagem:

Cuidado com nossas palavras!

Foto: Arquivo/cancaonova.com

A Palavra meditada está em São Marcos 7,20-23:
“O que sai da pessoa é que a torna impura. Pois é de dentro, do coração humano, que saem as más intenções: imoralidade sexual, roubos, homicídios, adultérios, ambições desmedidas, perversidades; fraude, devassidão, inveja, calúnia, orgulho e insensatez. Todas essas coisas saem de dentro, e são elas que tornam alguém impuro”

Muitas pessoas ficam preocupadas em terem se alimentado de comida consagrada e acreditam que por este motivo estão contaminadas, porém o que comemos não nos contamina, mas sim aquilo que sai de nós. O mal só entra onde existe a ausência de Deus! Jesus revela que nosso coração não foi feito para ficar sem a presença do Pai.

Se tivermos o Senhor no coração, tomaremos qualquer refeição e não nos fará mal. Não nos esqueçamos de dar graças a Deus por tudo que ingerirmos. Na hora da refeição com nossa família, o “dar graças”, não se torna simplesmente uma oração feita de qualquer maneira, mas sim a bênção sobre nosso alimento.

O que nos contamina é o pecado

Quando vivemos no pecado, qualquer coisa, por menor que seja nos derruba. Se não temos fé ou esperança, qualquer dificuldade da vida nos estraga, por isso, peçamos a Deus a graça do Espírito Santo para guardar nosso coração e nossa boca.

As pressões que enfrentamos não têm poder para estragar nossa vida, a não ser que entregamos a ela essa autoridade. Peçamos ao Senhor a força do Espírito Santo!

O primeiro guarda da nossa vida é o Espírito Santo de Deus, nosso guardião e defensor. Quem o possui, anda sempre protegido e tem seu coração aberto à graça do Pai.

Muitas vezes não conseguimos evitar os maus pensamentos, mas podemos evitar que eles continuem em nós. Quando remoemos um mau pensamento, ele se transforma em veneno para nós e para o outro, transformando-se em pecado, o qual é capaz de destruir nossa vida.

Ninguém vive neste mundo sem se transformar

Quando não fazemos o bem, fazemos o mal. O que cultivamos em nosso coração é o que vamos transbordar! Uma língua solta, que não mede o que fala, espalha danos em todos os lugares. Todo murmurador é um covarde, pois não consegue consertar sua vida e quer que a vida de todo mundo se estrague.

O Senhor deseja colocar um cabresto em nossa boca!

Quantas coisas foram destruídas em nossa casa e em nosso convívio por palavras impensadas! Se você esposa diz a seu marido certas palavras na hora do nervosismo, entenda que o homem não vai entender que aquilo foi apenas na hora da discussão, mas sim que é a sua opinião. A esposa é sensível, porque é próprio da mulher ser mais sensível. Por isso uma palavra, por menor que seja, se colocada de maneira errada, destrói relacionamentos. Palavras impensadas separam pessoas que se querem bem.

Cuidemos daquilo que saí do nosso coração, inclusive, nossos pensamentos, pois as más intenções começam com eles. Peçamos a Deus a graça de educarmos nosso coração e pensamentos para o bem, de pensarmos com mente e prudência.

No convívio familiar é preciso prudência e compaixão

Tem gente que “pensa” com a boca e ninguém é obrigado a aguentar as nossas palavras atravessadas. As palavras, muitas vezes, são uma fonte de desentendimentos! Quantas vezes, por meio das palavras, ferimos o outro. Se treinarmos nossa língua e coração para sermos de Deus e amarmos, espalharemos o Reino dos Céus por onde andarmos!

Quando lemos esta lista de más intenções, descritas por São Marcos, podemos enumerar diversas coisas que já fizemos, pois o pecado nos expõe.

Quem fala demais conta o que não quer contar. Quem não se cuida agride o outro. Quando aquilo que falamos agride o outro, criamos uma barreira com as pessoas.

O Senhor nos chamou à usar a Palavra de Deus e como é bom encontrarmos pessoas que nos trazem palavras do bem e consolo!

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Transcrição e adaptação: Ariele Silva

kids

↑ topo