SPV_080109

“Alegrai-vos sempre no Senhor”!

Mensagem do missionário Márcio Mendes no programa “Sorrindo pra Vida” da TV Canção Nova, nesta quinta-feira, dia 8 de janeiro.
Márcio Mendes
Foto: Wesley Almeida

A Palavra que vamos partilhar hoje está em Filipenses 4,4-9:

Quanto nós desejamos a paz! Este é um desejo do coração de qualquer ser humano. Todos nós temos anseio de paz no nosso coração. Estamos em paz com nós mesmos, com os outros e com Deus. E quando sabemos que não estamos em paz? Quando estamos fazendo algo que vai contra a nossa consciência ou quando somos oprimidos por alguém.

.: Ouça a mensagem

A paz é uma missão que Deus nos dá, precisamos ser embaixadores dela [paz]. Então quando vemos que uma família está em conflito, é nossa missão ir ali como estabelecedores da paz, levar Jesus àquela família. No seu trabalho, no seu comércio, onde quer que seja, é preciso ser um embaixador da paz.

A primeira coisa da evangelização não é só ouvir; quem só ouve e não a põe em prática, peca. Não basta ouvir, é preciso praticar.

Mas fazer o quê? “Alegrai-vos sempre no Senhor”.

O cristão é um homem alegre. Nos primeiros anos do Cristianismo era pecado se entristecer no domingo. Havia também uma regra no domingo: ninguém deveria ficar de joelhos, porque esse não é um dia de prostração, de chorar, é dia de alegria, é dia de Jesus, que ressuscitou.

A nossa pregação nasce da nossa alegria de viver uma vida nova, o cristão se alegra em todas as situações. Esta é a ordem: “Alegrai-vos sempre no Senhor”! Nós nos alegramos em Deus, nos alegramos com as coisas de Deus, com a mentalidade que Ele colocou em nós, com a alegria de ser d’Ele.

Não se deixe abater pela tristeza! E que ninguém o reconheça pela sua tristeza, maldade, malícia, espírito de vingança ou murmuração, mas que seja a sua amabilidade conhecida de todos. É impossível ser amável sendo triste; ser feliz não quer dizer não tem problemas, mas é confiar no Senhor, com a certeza de que as dificuldades vão passar. Que todos, quando falarem de você, digam: como ele é amável. Onde há uma pessoa alegre, ela está sempre cercada de pessoas.

No entanto, existe uma alegria que é malvada, é aquela que se constrói com a desgraça alheia, fazendo chacota com a vida dos outros. Nós não nos sentamos com os zombadores, para zombar dos outros. É fácil amar uma pessoa alegre. Essa alegria se torna conhecida e aproxima as pessoas de nós.

Por isso, se alguém tiver que conhecer você, que seja pela sua alegria e amabilidade. Você é amável, só precisa fazer essa amabilidade vir para fora, porque o Senhor está próximo a você agora. O Senhor está ao alcance do seu coração, quando você disse “Senhor”, Ele já estava próximo a você. Então, não se preocupe, deixe de lado as preocupações exageradas, porque com elas você não vai resolver nada. Você só vai resolvê-las na oração.

Não se preocupe com coisa alguma! Transforme essa preocupação em lembrança, porque diferente de se preocupar é lembrar. Apresente tudo ao Senhor com orações e súplicas e ação de graças. Porque aquele que confia em Deus tem um coração grato.

Você já viu alguma pessoa ingrata alegre ou feliz?

Nós rezamos, pedimos a cura da enfermidade, pedimos o trabalho, elevamos as nossas súplicas, mas antes mesmo de receber o que pedimos, nós agradecemos, porque sabemos que Deus não deixa de nos atender nunca. E se o Senhor não lhe deu o que você pediu, Ele lhe dará o que você precisa.

E a Palavra meditada hoje é concluída assim: “E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus” (Filipenses, 4,7).

Então, quando essa preocupação voltar (e ela vai tentar voltar neste dia de hoje), na hora em que ela assolar o seu pensamento, você vai dizer: “Em nome de Jesus Cristo, eu não vou aceitar esta preocupação, mas vou fazer dessa lembrança o momento para orar”. Rezando por aquela situação que você está preocupado. Confiando em Deus, que está vendo que você está fazendo o que pode e que está pedindo o que não pode. Ao fazer o que está ao seu alcance, o Senhor vê que você está agindo assim e vai lhe dar paz.

Márcio Mendes
Comunidade Canção Nova