Indulgência plenária

Indulgência plenária no Ano da Eucaristia

O Papa João Paulo II determinou a concessão da indulgência plenária aos fiéis que participarem de atos de culto e veneração ao Santíssimo Sacramento, como a Santa Missa e a Adoração Eucarística.

Segundo a Penitenciaria Apostólica “a indulgência plenária é concedida por ocasião do Ano da Eucaristia (convocado pelo Santo Padre desde outubro de 2004 até o mesmo mês de 2005) para todos os fiéis, uma vez que participarem com atenção e piedade de uma missa ou de um pio exercício em honra do Santíssimo Sacramento, solenemente exposto ou conservado no Tabernáculo”, conforme escrito no decreto que estabelece a decisão papal.

Dom Alberto Taveira, Arcebispo de Palmas/TO fala sobre este momento de graça:

“O papa sempre nos surpreende. É o que o Padre Jonas comentou: tanto por tão pouco. Deus pede de nós algo que parece tão pequeno e nos dá nada menos do que a indulgência plenária, possível todos os dias, ao participar da missa, ao fazer adoração, ao fazer uma visita ao Santíssimo Sacramento. Isso significa: portas da misericórdia abertas! Estamos exatamente dando importância, ao que é o coração da Igreja. O bem espiritual maior da Igreja é a Eucaristia, e ele quer fazer os nossos olhos e os nossos corações se voltarem para a Eucaristia.”

Leia mais:

:: O Dom da Indulgência

:: Horários de Missa na Canção Nova e Comunhão espiritual

:: Livro: “Uma visita ao Santíssimo Sacramento” – um manual de oração